6 de ago de 2018

Resenha:Como Ganhar seu Coração | Mariana Helena

Found on Unsplas by septdoigt

Sinopse

Três jovens com seus destinos entrelaçados de uma maneira muito profunda.
Nathália tem um amor platônico por Felipe, o filho mais novo do patrão de sua mãe. Cresceu suspirando pelos cantos à espera de um dia poder conquistá-lo. 
Felipe é um jovem mulherengo e sem vergonha, até reencontrar Nathália após alguns anos. Algo dentro dele muda.
Gustavo é o melhor amigo de Nathália. Juntos, já viveram muitas coisas boas desde a infância, inclusive o primeiro beijo que ficou marcado como cicatriz na pele de ambos. 
Até aonde uma mulher pode ir para conquistar o coração do homem amado? 
O que é preciso fazer para que sua melhor amiga perceba que seu sentimento vai muito além de uma simples amizade?
Como um mulherengo poderá reagir diante da descoberta do amor? Aquela garotinha cujas tranças eram puxadas por ele, tornou-se uma linda mulher.
Venha descobrir todas as respostas em Como Ganhar seu Coração, um romance com uma boa pitada de drama.

Nathália desde pequena foi apaixonada por Felipe, o filho dos patrões de sua mãe. Quando pequenos, eles tinham aquela relação amor e ódio e acabaram tendo os caminhos separados. Só que desde sempre Nathália sabia que Felipe era a pessoa dela.

Após se formar em direito Nathália vai realizar seus sonhos: trabalhar naquilo que ama e no escritório que sempre foi destinando a ela, e reencontrar o Felipe.

Felipe é o típico mulherengo, tem 'namorada', pega a secretária e tantas outras mais e logo vê em como Nathália cresceu.

O livro segue a linha de clichês com a fase menina encontra menino e ele percebe que a ama, só que tem outro cara afim dela também e a menina é cega o bastante para não ver. No caso, esse outro cara é o melhor amiga de Nathália, o Gustavo. E no meio dos dois, ainda aparece alguém que envia flores e e-mails para ela com intuinto de conquistá-la, fazendo a protagonista ficar mais em dúvida ainda

Found on unsplash by annettiespaghetti
Como Ganhar Seu Coração segue uma fórmula clichê que realmente funciona aqui, a gente já sabe tudo o que vai acontecer, mas mesmo assim continua lendo. O livro é em primeira pessoa, e no final também tem capítulos do Gustavo e Felipe. A linguagem é simples e agradável.

Eu achei o relacionamento Nathália- Felipe muito forçado, era como se a autora quisesse justificar que eles deviam ficar juntos já que a Nathália gostava dele desde pequena. E fiquei com muita raiva da personagem pro não perceber as intenções do Gustavo.

O final foi completamente satisfatório, e eu fiquei suspirando baixinho por ter as atualizações de romance fofo atualizadas.

O livro não é ruim, mas também não é como se fosse uma história nova aos olhos. Indico a todos que gostem de livros sobre triângulos amorosos e algumas surpresas.

Beijos

8 comentários:

  1. Oi
    Esses livros de histórias cor de rosa são tão fora da realidade, só mesmo para sonhar que o mundo possa ser assim...
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  2. Ai Tay, esse livro eu passo kkkkkk. Não curto clichês. :(

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  3. Que amor essa resenha!! Fiquei in love para saber o final!! :D

    Um beijo,

    My Pure Style x My Instagram x My Facebook 

    ResponderExcluir
  4. Gosto de clichês, mas mesmo o mais clichê precisa de algo surpreendente para não ser totalmente monótono, né? Ainda não conhecia esse livro.

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  5. Oi Tay
    Amo romances, esse livro parece ser interessante!
    Beijos
    Blog É da Rosa🌷Instagram

    ResponderExcluir
  6. Parece ser muito bom!
    bjs
    http://www.pinkbelezura.com/

    ResponderExcluir
  7. Olá
    gostei da sua resenha sincera sobre o livro.
    Ele parece bem história de novela da globo hehehe
    eu gosto de triângulos amorosos =D
    Mas, ta com cara de que falta algo mais. A leitura parece ser bem leve e pura.
    beijão
    Karina Pinheiro

    ResponderExcluir
  8. Nossa Tay é bem clichê
    Parece até novela mexicana kkkk
    Não curto muito esse tipo história
    Bjs
    http://rafaelarodriguesblog.blogspot.com

    ResponderExcluir