9 de julho de 2018

Resenha: É Assim Que Acaba | Colleen Hoover

Found On We Heart It


Sinopse: Lily nem sempre teve uma vida fácil, mas isso nunca a impediu de trabalhar arduamente para conquistar a vida tão sonhada. Ela percorreu um longo caminho desde a infância, em uma cidadezinha no Maine: se formou em marketing, mudou para Boston e abriu a própria loja. Então, quando se sente atraída por um lindo neurocirurgião chamado Ryle Kincaid, tudo parece perfeito demais para ser verdade. Ryle é confiante, teimoso, talvez até um pouco arrogante. Ele também é sensível, brilhante e se sente atraído por Lily. Porém, sua grande aversão a relacionamentos é perturbadora. Além de estar sobrecarregada com as questões sobre seu novo relacionamento, Lily não consegue tirar Atlas Corrigan da cabeça — seu primeiro amor e a ligação com o passado que ela deixou para trás. Ele era seu protetor, alguém com quem tinha grande afinidade. Quando Atlas reaparece de repente, tudo que Lily construiu com Ryle fica em risco. Com um livro ousado e extremamente pessoal, Colleen Hoover conta uma história arrasadora, mas também inovadora, que não tem medo de discutir temas como abuso e violência doméstica. Uma narrativa inesquecível sobre um amor que custa caro demais.

Já faz algumas semanas desde que li esse livro e só hoje eu tive coragem de trazer aqui pro blog. Após ler, eu fiquei muito tempo para parada pensando 'eita' e sem saber direito o que dizer sobre esse livro da Collen que foi tão forte e pessoal.

O livro começa com Lily Bloom em um parapeito de um prédio relembrando seu dia -o dia do funeral do seu pai- quando é surpreendida com um homem que também parece não ter tido um dia bom, o neurocirurgião Ryle Kincaid. Um diálogo acontece entre eles e eles começam um jogo chamado 'verdade nua e crua' em que cada um pode ser sincero sobre as coisas. E Lily revela em como seu pai era violento com sua mãe. Após esse encontro eles não se veem mais.

Lily se mudou para Boston para trabalhar e fugir da sua antiga cidade e de todas as lembranças. Ela trabalhava com Marketing, só que seu sonho era abrir uma floricultura e com a herança do pai, ela pode realizar seu desejo. E por meio da floricultura ela conhece Alyssa, uma esposa de um homem rico que quer trabalhar para ela para poder se ocupar, só que para sua surpresa, Alyssa era irmã de Ryle e seus caminhos se cruzam outra vez.

Found on aleishreads 
Se tem algo que eu amo na Collen, é que ela sempre cria enredos envolventes e personagens verossímeis com passados que ferram a cabeça de todo mundo.

O livro é narrado por Lily e dividido em 2 partes. No livro temos o presente e o passado de Lily que acabam se cruzando. Tanto a escrita quanto a diagramação estão maravilhosas com que faz com que a leitura seja muito melhor.

Lily e Ryle começam um relacionamento -Ryle é totalmente averso a relacionamentos, só que acaba se apaixando por Lily-, enquanto eles se apaixonam, a gente se apaixona junto. É tudo tão lindo e perfeito e então FIM. Ryle mostra seu lado escuro e acaba agredindo Lily. Lily então acaba se envolvendo em um paradoxo, já que ela julgava a mãe por aguentar o que o pai fazia, e tudo acabou se repetindo com ela.

Ryle é o típico agressor, ele é ciumento, violento e depois se arrepende. Então Atlas, o passado de Lily volta e ele sente mais ciúmes ainda chegando a fazer coisas horríveis com a Lily por ciúme quando ela decide largar tudo e se esconder, só que ela acaba descobrindo que está grávida.

Acho que todo mundo já soube de alguma história ou viu de perto uma situação de violência doméstica e em como a vítima acredita fielmente que o agressor irá mudar ou fez aquilo no momento de raiva. VIOLÊNCIA NÃO É CERTO. Ninguém deve aceitar ou permitir, em caso de qualquer coisa, existe o número 180 não hesitem.

O livro é extremamente forte, e a gente sofre a cada palavra do livro, é tudo muito real. Em muitos momentos me peguei querendo bater no Ryle para proteger a Lily e devo dizer que o Atlas foi um pequeno tesouro nesse livro.

Eu não sei como falar sobre esse livro sem revelar muito mais do que eu revelei, só posso dizer que vale muito a leitura e que a Collen se superou ainda mais nesse livro -ah, o livro foi escrito inspirado na história dos pais dela-, o livro é 'maravilhoso' e é assim que acaba.

E você, já conhecia o livro?
Beijos

15 comentários:

  1. Violência é algo horrível e nunca é a solução pra nada.
    Bacana o livro!!

    https://heyimwiththeband.blogspot.com/

    ResponderExcluir
  2. Eu amo histórias assim, me identifiquei muito. Ainda não conhecia esse livro, mas já anotei a dica!

    www.kailagarcia.com

    ResponderExcluir
  3. Oi
    Essa é uma história cheia de voltas e reviravoltas, e é muito verdade que as mulheres mal tratadas acreditam que os companheiros vão mudar. Mentira. Quem bate uma vez nunca mais o deixa de fazer.
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  4. Oi, Tay!

    Adorei a resenha! Fiquei com muita vontade de ler este livro...
    Gostei da capa também...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
  5. Não conhecia o livro não, mas amo enredos envolventes, gostei da dica de leitura
    Charme-se

    ResponderExcluir
  6. Se mancha é ruim mesmo. Mas é só deixar dar uma secadinha! hehehe! ;)

    Não conhecia. Quando um livro nos dá a sensação de "eita" é porque é bom! hahaha! Achei interessante por tratar o tema "violência contra as mulheres", assunto delicado que precisa de um debate maior na nossa sociedade.

    Ótima segunda!

    Beijo! ^^

    ResponderExcluir
  7. Não conhecia o livro, mas achei que pode ser uma leitura bem interessante. Gostei da sua resenha :)

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  8. faz tempo que estou querendo ler algo desse autor, mt bacana tratar de assuntos mais delicados e ter reviravoltas com certeza fiquei curiosa pra ler

    www.tofucolorido.com.br
    www.facebook.com/blogtofucolorido

    ResponderExcluir
  9. Achei o tema do livro bem atual e importante para ser discutido nos dias de hoje. Confesso que não sou fã do gênero, mas esse livro em específico, me deixou bem a fim de ler!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  10. Oi Tay!
    Nunca li nada da Colleen mas participo de um grupo onde o pessoal leu e comentou esse livro e eu achei muito interessante as coisas que eles disseram.
    Quando vi a capa eu esperava algo bem diferente!
    Beijos!

    Mais Uma Página

    ResponderExcluir
  11. Já li algumas resenhas desse livro e cada qual eu sinto que essa história é do tipo que mexeria muito comigo. Gosto de livros com temas difíceis, mas esse em questão eu não tenho coragem de ler por que acho que mexe diretamente com histórias que eu já conheço.
    Mas enfim, sua resenha ficou ótima.
    Beijo, Blog Apenas Leite e Pimenta

    ResponderExcluir
  12. Hey Tay! Tudo bom?
    Eu só ouço elogios sobre esse livro, mas não sei se o leria. Não sou muito fã de dramas, ainda mais esses que nos fazem chorar, mas adorei a sua resenha.
    Obrigada pelo comentário.
    Volte sempre!

    ~ miiistoquente

    ResponderExcluir
  13. Oi
    Collen é uma ótima autora, com história impactantes e pelo que falou essa é mais uma daquela que faz os leitores sofrerem, mas ao mesmo tempo refletirem. Que bom que gostou da leitura.

    http://momentocrivelli.blogspot.com

    ResponderExcluir
  14. Eu ainda não conhecia e saber que o enredo nos envolve em seu desenvolvimento, já me fez criar interesse. É um assunto muito delicado, que infelizmente muitas mulheres passam ainda hoje em dia. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  15. Pela sua resenha é um livro "forte" e muito bom. Já vi a capa dele em muitos lugares mas pela primeira vez soube do que se tratava. Vou colocar na minha lista!
    Beijos,

    https://lesjoursdemarcela.blogspot.com/

    ResponderExcluir