19 de maio de 2018

Sobre se decepcionar consigo mesmo

Eu sempre achei que sabia como seria minha vida. Sonhava com o emprego, a casa dos sonhos, tudo o que eu iria descobrir da vida quando fosse mais velha. Hoje, eu não sou um terço do que eu achei que seria nessa idade e confesso que ás vezes me sinto um fracasso.

De alguma forma, eu sinto que decepcionei todo mundo que tinha um pouco de expectativa em mim. Todo mundo, como eu, achou que eu faria um faculdade x e seguiria  a vida de uma maneira. Só que refletindo sobre algumas coisas da minha vida, eu estou exatamente onde eu deveria estar.

Eu me tornei alguém que nunca imaginei. Eu sou a pessoa que busca independência, que procura sua voz ativa diante do que acredita. Alguém que não tem medo de ser quem é. Eu me orgulho de todas as escolhas que fiz até aqui, me orgulho de tudo que amei. Eu aprendi como me amar e como amar e entender o diferente. Me livrei dos preconceitos, das críticas prontas e dos rótulos. Me armei de luz.

E se tem um conselho que posso deixar é: se orgulhe de quem você se tornou. Essa é a sua melhor versão, continue regando as sementes que logo surgirão flores.

Dica: assista ao filme Com Amor, Vicent, que é sobre após a morte do Vicent Van Gogh. Ele 'fracassou' em diversas profissões e só começou a pintar com 27 anos. Nunca teve o reconhecimento do seu trabalho em vida.

XO, Tay

19 comentários:

  1. É isso, Tay! Nem sempre o que achamos que seria o melhor caminho é o melhor. A vida nos encaminha para onde nossas escolhas nos levam. E nossos desenhos e sonhos também, quando investimos neles. E tudo vem ao seu tempo! Que seja feliz, viu! ;)

    beijos!

    https://ludantasmusica.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  2. Acho que é normal em algum momento da vida nos sentirmos um fracasso, nós sempre projetamos uma vida idealizada, perfeita, parte disso se deve ao que vemos em filmes e séries também, mas é como você disse, estamos exatamente onde devemos estar, e esse é a nossa melhor versão.

    www.estante450.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  3. "a gente está exatamente onde deveríamos estar" é bem isso! ♥ tudo no nosso próprio tempo

    ResponderExcluir
  4. Acho que muitas vezes criamos tantas expectativas que acabamos nos decepcionando. É tão normal que não devemos nos martirizar. Beijos
    www.achatadebatom.com

    ResponderExcluir
  5. Nossa, foi ótimo ler isto.. Estou em uma crise comigo mesma complicada.
    Beijos

    Aos Olhos da Diu

    ResponderExcluir
  6. Oi Tay, tudo bem?
    Acredito que o importante é a gente dar o melhor de nós mesmos, sabe? Pelo menos temos certeza de que tentamos. Não dá pra ser perfeito, mas é importante se orgulhar do que fazemos/tentamos. :D
    Beijos,

    Priih
    Infinitas Vidas

    ResponderExcluir
  7. Esse filme ta na minha listas de próximos a assistir!

    Se quiser participar, estou sorteando alguns livros lá no blog: http://www.cobaiaamiga.com/2018/05/sorteio-de-livros.html

    ResponderExcluir
  8. Seu Blog no Blogspot (Blogger) é muito bem elaborado parabéns. Eu também sou fã desta plataforma gratuita.
    Meu nome é Tiago eu começei criar alguns blogs aqui da minha cidade Saquarema, Rio de Janeiro.
    Veja a baixo.
    https://saquaredes.blogspot.com.br
    https://jogaprarolosaquarema.blogspot.com.br/
    Veja e depois me diga o que faço para melhorar meu blog, se poder é claro abraços..

    ResponderExcluir
  9. Oi
    Desde que nós sejamos felizes com as nossas escolhas e com a nossa consciência a opinião dos outros pouco importa.
    xoxo

    marisasclosetblog.com

    ResponderExcluir
  10. Tay, que post ótimo!
    Termos orgulho do que nos tornamos é maravilhoso! E só cabe a nós isso!

    Beijo!
    Cores do Vício

    ResponderExcluir
  11. Que texto lindo!!
    Eu tenho 27 anos e não estou onde eu imaginava, mas é como você disse, acho que estou onde eu devo estar.
    "E se tem um conselho que posso deixar é: se orgulhe de quem você se tornou. Essa é a sua melhor versão, continue regando as sementes que logo surgirão flores." achei lindo esse trecho ♥
    E preciso assistir esse filme.

    https://heyimwiththeband.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  12. Consegui me ver no texto, as vezes me sinto assim. Mas eu estou fazendo exatamente oq eu amo. Não trabalho em uma mega empresa e não ganho muito dinheiro, mas eu amo oq faço.
    Charme-se

    ResponderExcluir
  13. Infelizmente a vida vai tomando rumos muito diferentes dos que sonhamos. É muito importante aprendermos com os erros e abraçarmos com carinho o rumo que a vida tomou. Linda reflexão. Tenha um ótimo dia, beijos!

    Blog Paisagem de Janela
    www.paisagemdejanela.com

    ResponderExcluir
  14. Oi, Tay!

    Belas palavras! Vou procurar o filme...

    Abraços, Cris

    ResponderExcluir
  15. Sempre chega um momento em que nos perguntamos "mas que merda eu to fazendo?" , mas se estamos onde estamos, é porque precisávamos estar aqui.
    Então isso mesmo, como você disse, orgulhe de estar onde está e de ser quem é.
    Adorei o texto,
    Abraço

    Ótima semana,
    http://mylife-rapha.blogspot.com

    ResponderExcluir
  16. Amei o texto e super te entendo. Muitas vezes me peguei pensando no que eu devia ter feito e onde eu devia estar, porém eu percebia que isso era mais a visão que as pessoas tinham sobre mim. Sou totalmente feliz pela pessoa que sou e me tornei, e estou sempre evoluindo.

    http://www.biigthais.com

    Beijoos ;*

    ResponderExcluir
  17. Oie Tay =)

    Sempre achei que quando chegasse aos trinta teria minha vida toda definida. Mas a verdade é que nunca fiquei tão perdida e frustrada com as escolhas que fiz no passado.

    As pessoas cobram tanto da gente e nós mesmo nos cobramos tanto que tem uma hora que ou a jogamos tudo para cima e começamos de novo, ou simplesmente seguimos o fluxo e fingimos ser felizes.

    Sempre vamos decepcionar um pouco nós mesmos independente da escolha, por que existe uma duelo infinito entre razão e coração. Mas não podemos desistir de recomeçar.

    Beijos;***
    Ane Reis | Blog My Dear Library.

    ResponderExcluir